11. Porque transmitimos a fé?

Transmitimos a fé porque Jesus ordenou-nos: «ide, fazei discípulos de todas as nações!» (mt 28,19)
Nenhum cristão autêntico deixa a transmissão da fé apenas ao cuidado dos especialistas
(catequistas, párocos, missionários). Somos cristãos para os outros. 
Isto significa que cada cristão autêntico deseja que Deus chegue também aos outros.
Ele diz para si: «O Senhor precisa de mim! Sou baptizado, confirmado e responsável 
para que as pessoas à minha volta façam a experiência de Deus e
cheguem ao conhecimento da Verdade.» (1Tm 2,4)
Madre Teresa utilizou uma boa metáfora:
«É frequente observares fios eléctricos ao longo da estrada. Se a corrente não passa por eles, não há luz.
O fio é o que somos tu e eu. A corrente eléctrica é Deus. 
Temos o poder de a deixar passar através de nós e, assim, fornecer ao mundo a Luz, que é Jesus, ou de recusarmos 
que Ele Se sirva de nós, permitindo, com isso, que a escuridão se alastre.»

 

Sondagem

Qual foi o aspecto que mais o(a) marcou no Cursilho de Cristandade?

A equipa de serviço (60)
49%

O conteúdo programático (10)
8%

Os testemunhos (24)
20%

A partilha de experiências (5)
4%

Os momentos de oração/reflexão (16)
13%

O convívio/amizade (8)
7%

Total de votos: 123

 

Notícias

Crise: Delegação portuguesa da Rede Europeia Anti-Pobreza pede ao primeiro-ministro que se lembre dos pobres

28-06-2012 14:02
  Lisboa, 28 jun 2012 (Ecclesia) – A delegação portuguesa da Rede Europeia Anti-Pobreza (EAPN, sigla em inglês), dirigida pelo padre Agostinho Jardim Moreira, pediu ao primeiro-ministro para se lembrar dos pobres durante o Conselho Europeu que decorre hoje e amanhã em Bruxelas. Em carta...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Consultem os textos enviados pelo Diácono Maximino de Óbidos no menú TEXTOS E REFLEXÕES.

CALDAS DA RAINHA

ENCERRAMENTO DAS ULTREIAS

5ª Feira, 05/07/12  às 21H30M